Apesar de Amesterdão, Roterdão e Haia continuarem a atrair as atenções da maioria dos turistas que viajam para a Holanda, Eindhoven está empenhada em aumentar o número de visitantes. Nos últimos anos, a capital do design holandês, que muitos afirmam ser a cidade mais inventiva do mundo, tem vindo a investir em mais hotéis, mais bares e mais restaurantes, reforçando o leque de ofertas aos (muitos) que já a descobriram.

Naquele que é o quinto maior município da Holanda e um dos maiores da região de Brabante do Norte, no sul do país, não faltam motivos de interesse para os visitantes que apreciam arte, arquitetura, tecnologia, mobiliário, gastronomia e cultura. Na década de 1990, a empresa de eletrodomésticos, iluminação e equipamentos de saúde Philips abandonou a cidade, mas a presença do fabricante holandês continua a fazer-se sentir.

Além do Philips Museum, uma das atrações turísticas de Eindhoven, a Lichttoren, localizada numa das praças mais centrais da cidade, que abrigou a sede da divisão de iluminação da companhia e que pode ver na galeria de imagens que se segue, é outro dos edifícios distintivos que os turistas gostam de admirar e fotografar. Classificada como monumento nacional, deixou de ser iluminada com lâmpadas tradicionais em 2009.

A Lichttoren, uma obra do arquiteto Dirk Roosenburg, atualmente iluminada com lâmpadas LED, um dos edifícios do Lichttoren Witte Dame Complex, é um bom ponto de partida para (re)conhecer a cidade. Na praça 18 Septemberplein, um dos pontos nevrálgicos de Eindhoven, localizados a escassos metros da estação ferroviária, acede facilmente ao Piazza Center, um dos maiores centros comerciais da cidade.

É também dali que pode chegar ao Vestdijk e ao De Blob, o edifício futurista concebido pelo arquiteto italiano Massimiliano Fuksas, que acolhe o De Admirant, outro dos espaços comerciais da urbe. Entrar lá e subir ao Sissy-Boy, um café moderno, para admirar a envolvente através do envidraçado é uma das (muitas) coisas a fazer, antes ou depois de deambular pelas ruas e ruelas que caracterizam o centro de Eindhoven.

15 povoações espanholas que estão mesmo a pedir uma visita
15 povoações espanholas que estão mesmo a pedir uma visita
Ver artigo

Uma delas leva-o até ao Van Abbe Museum. O museu de arte moderna e contemporânea é um dos vários que pode visitar, a par do DAF Museum. Instalado numa antiga fábrica de cerveja, exibe alguns dos veículos mais emblemáticos que a Van Doorne's Automobile Factory produziu. Strijp-S, uma das antigas zonas industriais, é atualmente um dos bairros mais atrativos, vibrantes e cosmopolitas de Eindhoven. Em tempos apelidada de cidade proibida, era de acesso exclusivo dos empregados da Philips. Hoje, as velhas fábricas acolhem lojas trendy, espaços de restauração modernos e escritórios futuristas.

É lá que se situam as famosas escadas azuis que as redes sociais popularizaram, um dos spots mais fotografados pelos instagrammers. E é também ali que se pode visitar o espaço de Piet Hein Eek, um dos maiores e mais premiados designers holandeses da atualidade. Numa antiga fábrica da Philips, é possível admirar algumas das suas obras mais emblemáticas, fazer compras na loja e espreitar os escritórios e o ateliê do criador.

Depois de o fazer, pode ainda passar pelo restaurante do designer onde, além de saborear algumas das iguarias da cozinha holandesa moderna, pode usufruir da estética do espaço. Num dos cantos, há um automóvel antigo a servir de cenário. No número 131 da Edisonstraat, no bairro de Woensel-West, para onde se pode dirigir a seguir, existe aquele que é um dos segredos mais bem guardados da cidade, Volta Galvani.

Eindhoven. A capital do design holandês que muitos dizem ser a cidade mais inventiva do mundo
Fotografia de Nick Bookelaar

Um portão monumental permite o acesso a um recanto de pequenas casas típicas coloridas, um espaço a (re)visitar de noite e de dia que muitos habitantes locais (ainda) desconhecem. Depois de deambular por lá, pense em regressar ao centro. A partir das 13h00, pode subir até ao Vane Skybar, o bar do hotel NH Collection Eindhoven Centre, um dos melhores e mais centrais da cidade. A vista panorâmica é sublime e abrangente.

Eindhoven. A capital do design holandês que muitos consideram ser a cidade mais inventiva do mundo
Fotografia de Bart van Overbeeke

Para jantar, recomendamos o Kazerne, um restaurante de fine dining moderno, urbano e cosmopolita que também integra um recinto de exposições e uma galeria de arte. Durante o dia, pode ir ao Down Town, o mercado gourmet que muitos habitantes locais frequentam. Os adeptos da comida saudável não podem perder o Onder de Leidingstraat, em Strijp-S, um restaurante que também integra um supermercado biológico.

Há bilhetes de avião para Eindhoven a partir de 17,99 €

O Café 100 Watt, o Usine, o Thomas e a Stadsbrouwerij Eindhoven, a cervejaria mais popular da cidade, são outros dos espaços que os foodies não podem falhar. Em De Bergen, um dos bairros mais antigos da capital do design holandês, também há espaços de restauração que surpreendem, a par das livrarias, dos antiquários e da arquitetura marcante. A Catharinakerk, no centro da cidade, é uma das igrejas mais importantes.

A Transavia e a Ryanair são as duas únicas companhias de aviação que oferecem voos diretos com saída de Lisboa e de Faro, com preços a partir dos 17,99 € por trajeto. A Ryanair também voa para esta cidade a partir do Porto pelo mesmo valor. Antes de programar uma escapada urbana a esta localidade holandesa, pode contactar a Eindhoven365, a organização que gere o site This is Eindhoven, onde também encontra muita informação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.