Jerry Harris, protagonista do reality show da Netflix ‘Cheer’, foi condenado a 12 anos de prisão por pornografia infantil.

Harris, de 22 anos, teve conhecimento da sentença esta quarta-feira, 6 de julho, conforme noticia o USA Today.

Após cumprir os 12 anos, ainda ficará em liberdade condicional durante oito anos.

A publicação relata que a acusação pediu uma pena de 15 anos, alegando que o arguido terá usado “o seu status de cheerleader de competição, a sua persona nas redes sociais, e, eventualmente, a sua fama e dinheiro” para convencer rapazes menores a enviarem-lhe fotografias e mensagens sexuais.

É ainda referido que a estrela ofereceu dinheiro às vítimas. Quando estas negavam “ameaça que divulgaria os vídeos”.

Recorde-se que Jerry Harris foi processado em setembro de 2020 por dois irmãos adolescentes que o acusaram de ter solicitado sexo e fotografias impróprias. Na mesma semana, a figura pública foi presa por suspeitas de pornografia infantil.

Leia Também: Ghislaine Maxwell. 'Ex' de Jeffrey Epstein condenada a 20 anos de prisão

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.