Juntamente com a filha (Catarina Padinha), Fátima Padinha - cantora que se popularizou com a banda feminina Doce, esteve à conversa com Júlia Pinheiro, no programa de ontem, 1 de janeiro.

Foi nesta ocasião que Fátima contou como conheceu Pedro Passos Coelho, por quem teve uma paixão avassaladora.

"Saio das Doce em outubro de 1985 e conheço o Pedro no fim de novembro", começa por descrever.

"Conhecemo-nos num bar que ficava ao pé do jardim da Estrela. Foi amor à primeira vista. Passado uma semana estávamos a viver juntos. Era lindíssimo", afirma, mostrando assim que não resistiu aos encantos do antigo primeiro-ministro.

Outro dos aspetos que surpreendeu Fátima na altura foi o talento natural que Passos Coelho tinha para cantar. "Ele assobiava... parecia o meu pai, ele era um rouxinol. E eu dizia: 'não pode ser, se tu assobias, também cantas'", recorda.

"Um dia ele abriu a boca e eu pensei: não acredito, tu tens de ser ouvido, tens um vozeirão. Nunca tinha ouvido uma voz daquelas com uma projeção", acrescenta, notando que o apresentou à sua professora de música.

Leia Também: Filha de Pedro Passos Coelho: "O meu pai nunca me limitou"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.