Este sábado, dia 18, a rainha Isabel II fez um comunicado no qual revelou que tinha conseguido chegar a um acordo com Harry e Meghan Markle. Em causa, estava o desejo do casal em querer tornar-se independente a nível financeiro e de sair do núcleo central da realeza.

Neste âmbito, para além de poderem deixar de usar os seus títulos - duques de Sussex - Harry e Meghan não irão mais representar oficialmente a rainha a partir desta primavera, ou seja, ficarão por conta própria.

No mesmo comunicado dava-se conta que iriam devolver todo o dinheiro público que tinham gasto na renovação da sua casa em Inglaterra, a Frogmore Cottage.

Mas, apesar deste desejo em quererem tornar-se independentes, segundo consta, os dois continuarão a receber apoio financeiro do príncipe Carlos, tal como o especialista em realeza, Omid Scobie, o faz saber.

"O príncipe Carlos irá continuar a oferecer apoio financeiro; Irão continuar a marcar presença em eventos da rainha (como o Trooping the Colour); Detalhes, incluindo a segurança e o uso do nome 'Sussex Royal' irão ser transmitidos", lê-se numa publicação do Twitter.

Importa referir que Harry tem uma fortuna acumulada de 40 milhões de dólares, qualquer coisa como 36 milhões de euros, enquanto que Meghan conseguiu juntar sete milhões com a sua carreira como atriz.

Leia Também: Harry e Meghan deixam de poder usar títulos reais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.