Em 2001, quatro anos após a morte de Diana, a rainha Isabel II chegou a acreditar que um dos quartos da casa de Sandringham estava assombrado pelo espírito da ex-nora.

Quem o diz é o jornalista Kenneth Rose numa das suas obras, 'Who Loses, Who Wins: The Journals of Kenneth Rose, Vol II 1979-2014', na qual refletiu sobre os bastidores da família real britânica.

Kenneth relatou que a rainha chamou um sacerdote local a sua casa para averiguar a situação, uma vez que vários funcionários se recusavam em entrar naquele quarto.

"O sacerdote andou de quarto em quarto e sentiu, de facto, alguma inquietação num deles", contou, acrescentando que o sacerdote sugeriu que se tratava do espírito de Diana.

"Ele liderou um serviço no quarto, não exatamente de exorcismo, que tem a ver com eliminar um espírito do mal, mas de trazer tranquilidade. Foram feitas rezas especiais, creio que para o repouso da alma do rei que tinha morrido ali. O sacerdote disse que a atmosfera perturbadora podia dever-se à princesa Diana, já que tinha assistido a situações semelhantes, quando alguém sofria uma morte violenta", rematou.

Diana perdeu a vida num trágico acidente de viação em Paris numa noite do verão de 1997. Tinha 36 anos.

Leia Também: Meghan Markle volta a inspirar-se em Diana para look de evento oficial

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.