Oliver Sim, um dos vocalistas dos The xx, revelou publicamente que foi diagnosticado com HIV quando tinha 17 anos.

No Instagram, o artista, agora com 32 anos, partilhou um comunicado onde relata que o novo álbum, o primeiro a solo, foi influenciado pelo "medo e vergonha" e que "acredita que o melhor antídoto para isso é abordar estes assuntos".

"Vivo com o VIH desde os 17 anos e isso influenciou a maneira como me sinto em relação a mim mesmo, e como lidei com o que os outros sentiam em relação a mim, desde aquela idade e na minha vida adulta", escreveu.

"Por isso, escrevi, impulsivamente, uma canção que se chama 'Hideous'. Pensei que podia lançá-la ao mundo e acabar com o assunto. Depois de tocar a música para a minha mãe, sendo ela protetora e sábia, deu-me alguns dos melhores conselhos que já recebi", acrescentou.

"Sugeriu que conversasse primeiro com algumas das pessoas na minha vida, ou a quem ainda não tinha contado, ou com quem não tinha falado muito sobre isso", partilhou, referindo depois que "passou os últimos dois anos a ter essas conversas, o que foi difícil e desconfortável".

"Mas isso fez com que me sentisse muito mais livre e só reforçou a minha relação comigo mesmo e com essas pessoas", continuou.

Na mesma publicação, confessou que "por mais assustador que pareça, está animado por partilhar esta música" com os fãs e "espera que gostem".

Veja o texto na íntegra:

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.