Durante séculos, sucessivas casas reais mantiveram uma lista de empresas que podiam fornecer os seus serviços à Monarquia.

Hoje, cerca de 800 delas mantêm esta distinção, conhecida como o Royal Warrant. Este selo só pode ser concedido pela Rainha, pelo Duque de Edimburgo ou pelo Príncipe de Gales - e só depois de pelo menos cinco anos consecutivos de prestação de serviço.

Além de ser uma grande honra, o selo permite que as empresas divulguem a sua ligação à realeza ao usar o brasão real (Royal Arms) no logotipo e nas mercadorias. Mas quem faz parte deste clube mais do que exclusivo? Há um pouco de tudo, desde de quem fornece refrigerantes à Rainha ao fabricante da pasta de dentes do Príncipe Charles.

Uma grande infusão britânica

A noiva deve estar a sentir aquele nervosismo típico conforme se aproxima o dia do casamento. E não há forma melhor - ou pelo menos tipicamente inglês - de se acalmar do que beber uma chávena de chá.

A loja Fortnum & Mason é um verdadeiro ícone inglês desde 1707, quando abriu em Londres. Os seus mantimentos e chás receberam o Royal Warrant do Príncipe de Gales em 1955. Já podemos imaginar Meghan a beber o seu Royal Brew - uma mistura feita originalmente para o Rei Eduardo VII - antes do casamento.

Vestida para a ocasião

casamento real
Stewart Parvin créditos: Visit Britain

Ainda não se sabe quem será o autor ou autora do vestido de Meghan para o grande dia, mas opções não faltam. Uma delas é o costureiro Stewart Parvin. Famoso pelo seu design elegante e intemporal, feito sob medida para as noivas, o costureiro do bairro de Belgravia recebeu o seu Royal Warrant da Rainha Isabel em 2007, tornando-se numa escolha bastante plausível para a delicada noiva.

Toques florais

casamento real
Floris créditos: VisitBritain

A florista Rosemary Hughes, de Leicester, cria os perfumados mini bouquets conhecidos como nosegays e usados por membros da família real – incluindo a própria Rainha - na missa da Quinta-feira Santa, antes da Páscoa. Ela também é especialista em arranjos florais para casamentos. Será esta a florista escolhida para o bouquet de Meghan?

À procura do anel

A House of Garrard, em Mayfair, Londres, é a joalharia mais antiga do mundo. Foram os seus ourives e artesãos que criaram a coroa Imperial State usada pela Rainha Isabel II na sua coroação, bem como a tiara que usou no seu casamento com o Príncipe Phillip. Mais recentemente, eles criaram o anel de diamantes e safiras usados por Diana, que depois foram passados para a Duquesa de Cambridge. A casa pode perfeitamente estar a criar joias especiais para Meghan usar no altar.

Aromas com assinatura

Porquê contentar-se com uma água de colónia quando pode ter o seu próprio perfume sob medida? A Floris, com loja desde 1730 fica na Jermyn Street, perto de St James Square, em Londres, é a mais antiga perfumaria independente e de gestão familiar do mundo. O seu primeiro Royal Warrant foi concedido em 1820.

Caso Meghan escolha ter um perfume de assinatura, ela terá de fazer pelo menos três consultas até chegar a um perfume único. Se esse for o caso, no entanto, ela já deve ter começado, já que todo o processo leva cerca de seis meses.

Um brinde para o grande dia

casamento real
Pimm’s créditos: VisitBritain

Se Meghan quiser realmente fazer parte da sociedade britânica, tem de incluir duas bebidas clássicas no casamento – o gin tónico e o Pimm’s. O gin Gordon recebeu o seu primeiro Royal Warrant em 1925 e é até hoje o fornecedor da Casa Real. James Pimm criou o seu primeiro cocktail de verão em 1840. O Pimm's, uma mistura secreta de gin, ervas, laranja caramelizada e especiarias, continua a ser uma bebida alcoólica britânica de excelência até hoje. A marca recebeu o Royal Warrant em 2011.

Com estes fornecedores de luxo à sua escolha, Meghan certamente está pronta para desfrutar de um dia de casamento digno de uma princesa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.