José Morais, manager dos Dead Combo, tornou público esta terça-feira, dia 7, um comunicado onde informa que o músico Pedro Gonçalves não terá cerimónias fúnebres

"Vimos por este meio esclarecer que, por vontade do próprio, não haverá cerimónias fúnebres relacionadas com o falecimento do Pedro Gonçalves", começa por ler-se na referida nota.

O contrabaixista, recorde-se, morreu este sábado, dia 4, em casa. Tinha 51 anos e lutava contra uma doença prolongada, que já tinha motivado um cancelamento recente de uma série de concertos de despedida dos Dead Combo.

"A homenagem e a celebração da vida e da extraordinária obra do Pedro Gonçalves será feita com música e aberta a todos; amigos, fãs e todos os seus admiradores", informa o representante, assegurando que, "tão breve quanto possível", serão reveladas novas informações "sobre a data, o local e o tipo de evento que será realizado".

"Gratos por toda a solidariedade e carinho transmitidos em milhares de mensagens, deixamos o compromisso de nos voltarmos a encontrar, em breve, para celebrar o Pedro Gonçalves", termina José Morais.

Leia Também: Morreu o músico Pedro Gonçalves dos Dead Combo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.