Ricardo Araújo Pereira tem (muitas) razões para celebrar. A edição de ontem à noite do formato "Isto é gozar com quem trabalha", já na sua terceira temporada, foi a que teve, até agora, maior êxito. Segundo Daniel Oliveira, diretor de programas da SIC, foi vista por quase dois milhões de pessoas. "Bateu o seu próprio recorde de audiência e de share e figura, desde já, no top dos programas de humor mais vistos da última década", regozijou-se o executivo do canal de Paço de Arcos numa publicação nas redes sociais.

Para além da entrevista à atleta Patrícia Mamona, que acaba de se sagrar campeã europeia de triplo salto na Polónia, um dos momentos mais hilariantes, a avaliar pelas reações e pelos comentários dos telespetadores que acompanharam as piadas do humorista na internet, foi a difusão do excerto de uma reportagem em que o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, elogia o suplemento nutricional hipercalórico oral que ingere regularmente como substituto de refeição devido à falta de tempo.

Durante vários segundos, o governante explica que tem o (mau) hábito de beber aquele produto nos dias em que não tem disponibilidade para almoçar, enaltecendo as suas propriedades nutricionais. O problema é que a ingestão deste tipo de suplementos alimentares clínicos só é aconselhada para fins medicinais específicos, como a perda de peso ou de massa muscular decorrente de doença ou de intervenção hospitalar. "Magistratura de influencer", ironizou o humorista. Esse episódio já se tornou viral.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.