Ano após ano, os acidentes sucedem-se e as apreensões também. Só em fevereiro de 2018, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu mais de 800 brinquedos que não respeitavam as regras que os reguladores do setor impõem. Se o seu filho tem menos de três anos, faça sempre um teste de segurança aos brinquedos. Estas são as seis verificações a ter em conta durante esse processo:

1. Peças pequenas

Verifique sempre se os brinquedos contêm peças pequenas ou peças que possam destacar-se com aparente facilidade.

2. Peluches ou bonecos com cabelos

Verifique se largam pelos que possam ficar na boca da criança, dado o perigo de causar asfixia.

3. Cabos compridos

Verifique se existem cabos compridos, como acontece com as rocas e os chocalhos, para evitar magoar a boca ou os olhos.

Crianças com muitos brinquedos têm maiores dificuldades de desenvolvimento
Crianças com muitos brinquedos têm maiores dificuldades de desenvolvimento
Ver artigo

4. Acabamentos

Verifique se as juntas e os acabamentos são macios, sem arestas cortantes.

5. Plástico rígido

Exerça alguma pressão para verificar se não cede ou dá indícios de se partir com facilidade.

6. Plástico ou borracha muito maleável

Poderá conter PVC. Nesse caso, não deve ser dado ao bebé devido às substâncias tóxicas que contém (ftalatos) e que, em contacto com a saliva, migram para a boca do bebé.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.