Desde o início do processo vacinal, foram administradas, em Portugal continental, cerca de 15,3 milhões de vacinas, possibilitando que cerca de 8,4 milhões de pessoas tenham agora o esquema vacinal completo. "Portugal torna-se assim o primeiro país do mundo a atingir a meta de 85% da população vacinada", informa o Governo em comunicado enviado este sábado às redações.

"Se nos reportarmos apenas à população adolescente, entre os 12 e os 17 anos, em Portugal continental, estima-se que já cerca de 88% tenha iniciado o seu esquema vacinal, sendo que, destes, 83% já terão a vacinação completa", lê-se na nota.

"Este importante marco só foi possível graças ao compromisso e esforços de todos os profissionais de saúde e outras entidades envolvidas nesta campanha de vacinação, incluindo forças armadas, forças de segurança e autarquias", refere o documento.

"Existe no país, há mais de quatro décadas, um suporte que é a fundação deste sucesso: um Serviço Nacional de Saúde, com excelentes profissionais, que faz de Portugal um país mais saudável, mais justo e mais inclusivo", explica o Ministério da Saúde.

"Hoje [ontem] é um dia feliz", disse Graça Freitas

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, disse à Lusa que Portugal atingiu na sexta-feira a meta de ter 85% da população com vacinação completa contra a covid-19, agradecendo a todos os que contribuíram para este objetivo.

“Hoje é um dia feliz. Ontem [sexta-feira] atingimos, de facto, a nossa meta de vacinar contra a covid-19, com a vacinação completa, 85% da nossa população”, disse à Lusa Graça Freitas, ressalvando que tal foi conseguido “dando uma oportunidade a todos, sem distinção de ninguém, de se poderem vacinar”.

Considerando que a superação daquele objetivo é “um orgulho” para o país, a diretora-geral sublinhou, entre agradecimentos, que tal apenas foi conseguido com a colaboração da população, dos profissionais envolvidos na vacinação e da ‘task-force’.

“A minha primeira palavra de agradecimento vai para estes cidadãos que exerceram o seu direito à proteção da saúde, mas também a sua corresponsabilidade pela saúde de todos”, referiu Graça Freitas.

Neste contexto, dedicou também uma palavra especial aos jovens, cuja adesão à vacinação contra a covid-19 foi essencial para que o país conseguisse atingir, cerca de nove meses depois de iniciadas as inoculações, 85% da população com vacinação completa.

“Só conseguimos atingir 85% de toda a população com a vacinação completa também graças à vacinação dos jovens. Se não tivéssemos esta adesão, não teríamos conseguido. Os jovens estão a aderir bastante bem e continuamos a contar com eles. Temos a estrutura montada para os vacinar até completarem o seu esquema”, precisou.

Os agradecimentos da diretora-geral estenderam-se ainda aos profissionais de saúde, bombeiros, voluntários e entidades que participaram na vacinação, nomeadamente Ministério da Saúde e outros ministérios e autarquias, e à ‘task-force’ liderada pelo vice-almirante Gouveia e Melo “porque foi preciso um plano e concretizar esse plano para atingir estes resultados”.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.027 pessoas e foram contabilizados 1.074.109 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Com Lusa

Vídeo - O que acontece ao SARS-CoV-2 quando entra em contacto com o sabão?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.