Esta segunda vítima mortal, que estava hospitalizada há 10 dias, é uma mulher italiana residente na Lombardia, onde mais de uma dezena de localidades, com uma população estimada de 50.000 pessoas, estão em quarentena, decretada pelas autoridades, desde sexta-feira.

A primeira morte em Itália devido ao novo coronavírus foi um homem de 78 anos na região do Veneto, e tinha sido anunciada na sexta-feira à noite.

Desde que foi detetado no final do ano passado, na China, o coronavírus Covid-19 provocou mais de 2.345 mortos e infetou mais de 76 mil pessoas a nível mundial.

A maioria dos casos ocorreu na China, em particular na província de Hubei, no centro do país, a mais afetada pela epidemia.

Além das vítimas mortais no continente chinês, morreram cinco pessoas no Irão, três no Japão, duas na região chinesa de Hong Kong, duas na Coreia do Sul, uma nas Filipinas, uma em França, uma em Taiwan e duas em Itália.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.