Desde o início da pandemia, o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças sul-coreano contabilizou 15.318 casos, incluindo 305 mortes, de covid-19.

Deste total, 253 casos foram diagnosticados na área metropolitana de Seul, onde residem 26 milhões de pessoas e onde as autoridades sanitárias têm procurado impedir a propagação dos contágios relacionados com vários locais e grupos, como igrejas, lares de idosos, escolas, restaurantes e vendedores ambulantes.

O número de novas infeções agora identificadas é o mais elevado desde 08 de março, quando as autoridades registaram 367 doentes.

As autoridades sanitárias detetaram casos da doença em outras grandes cidades sul-coreanas, como Busan e Daegu, ambas no sudeste do país. No final de fevereiro e em março, Daegu registou centenas de novos casos de covid-19 por dia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 760 mil mortos e infetou mais de 21 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.