Em comunicado enviado à agência Lusa, o HESE indicou que, para além do acompanhante, os doentes internados “poderão receber uma visita, durante 30 minutos”, todos os dias entre as 15:00 e as 16:30 e entre as 19:00 e as 20:00.

Segundo a unidade hospitalar, a medida de prevenção aplica-se a quase todos os serviços do hospital, sendo que uma das exceções é o serviço de obstetrícia, onde é permitida a presença do acompanhante, mas não se realizam visitas.

O HESE informou ainda que o acompanhamento de doentes nas consultas externas e no serviço de urgência “deve ser restrito a um único acompanhante” e que as visitas nas urgências só serão permitidas depois “autorizadas pelo médico”.

“É absolutamente proibida a presença de visitas ou acompanhantes que estejam com sintomas gripais”, adiantou a unidade hospitalar.

O surto de Covid-19 - a doença provocada pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia - detetado em dezembro na China já provocou 3.407 mortos e já infetou mais de 100 mil pessoas em 91 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 55 mil recuperaram.

Portugal tem 13 casos confirmados de Covid-19, quatro dos quais confirmados hoje pela ministra da Saúde, Marta Temido (três no norte do país e um em Lisboa).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.