Na véspera, o país já tinha alcançado um novo máximo diário, com 16.468 casos confirmados.

Nas últimas 24 horas, registaram-se também 1.106 mortes provocadas pelo novo coronavírus, elevando o total de óbitos para 139.022.

O México continua a ser o quarto país do mundo com mais mortes por covid-19, depois de Estados Unidos, Brasil e Índia, e o 13.º em número de infeções, de acordo com a contagem da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

O país, que nas últimas semanas sofreu um aumento de casos e de vítimas mortais de covid-19, iniciou a campanha de vacinação em 24 de dezembro, tendo já vacinado 415.417 trabalhadores do setor da saúde, informaram as autoridades sanitárias na sexta-feira (madrugada de sábado em Portugal).

O México foi um dos primeiros países do mundo a iniciar a vacinação, apostando em imunizar a população, de 130 milhões de habitantes, até março de 2022.

A pandemia de covid-19 provocou mais de 2 milhões de mortos resultantes de mais de 93 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.