As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 254 mortes nas últimas 24 horas atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 46.038.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha continua a descer, sendo hoje de 240 casos diagnosticados (menos 12 do que na quarta-feira) por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, sendo as regiões com os níveis mais elevados a de La Rioja (361), País Basco (360), Astúrias (354) e Castela e Leão (326).

O ministro Espanhol da Saúde, Salvador Illa, considerou hoje como “críticos” o mês de dezembro e as férias de Natal e pediu “prudência e cabeça” na luta contra a pandemia.

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais 1.131 pessoas com a doença, das quais 196 na Catalunha, 164 na Andaluzia, 156 em Madrid e 107 em Castela e Leão.

Em todo o país há 13.063 pessoas hospitalizadas com a covid-19, o que corresponde a 10,53% das camas, das quais 2.440 pacientes em unidades de cuidados intensivos, o que corresponde a 25,28% das camas desse serviço, números que estão a decrescer há várias semanas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.495.205 mortos resultantes de mais de 64,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.724 pessoas dos 307.618 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.