Se já for alérgico à picada de vespa (vulgar) também pode ser alérgico à vespa asiática (velutina) e a reação que terá será idêntica.

Neste caso deve tomar os mesmos cuidados que o médico imunoalergologista recomendou para as picadas de vespa.

10 alergias muito estranhas
10 alergias muito estranhas
Ver artigo

Se for alérgico à picada de abelha em princípio não é alérgico à picada da vespa, contudo há casos de alergia aos dois venenos (abelha e vespa).

O que fazer em caso de picada? O que tomar?

Em caso de picada, se não for alérgico não vai ter reação e não é preciso fazer nada. A aplicação de gelo no local da picada diminui a dor provocada pela picada.

Se for alérgico pode ter 2 tipos de reação (local ou sistémica):

  1. Reação no local da picada, que se for exuberante (diâmetro >10 cm) deve tomar anti-histamínico em comprimido e nos casos mais graves ou se for picado na face (pálpebras, lábios) adicionar corticosteróide em comprimido. Se o inchaço das pálpebras e/ou lábios for muito exuberante deve ser observado por médico numa urgência do Centro de Saúde ou hospital.
  2. No caso de ser picado e ficar com urticária (babas e comichão) generalizada a todo o corpo, deve recorrer a um serviço de urgência para administração de anti-histamínico e corticosteróide endovenosos. No caso de anafilaxia (que pode ser muito grave ou mesmo fatal) que surge imediatamente após a picada (10-15 minutos) com falta de ar, sensação de desmaio, tonturas, aperto na garganta, língua muito inchada, comichão e vermelhidão por todo o corpo) deve chamar de imediato o INEM (112), deve pedir ajuda e deslocar-se imediatamente a uma urgência. Se for portador de uma caneta com adrenalina deve injetá-la imediatamente na face externa da coxa, deitar-se no chão com as perna elevadas ou sentar-se se estiver com muita falta de ar ou a vomitar.
Vespa asiática: como prevenir e como reagir em caso de picada?
Pormenor da vespa velutina créditos: Direitos Reservados

Como se prevenir?

- Evitar locais onde estes insetos costumam estar (jardins, árvores, contentores de lixo).

- Evitar andar descalço na relva e desportos ao ar livre em parques sobretudo nos meses de verão.

- Evitar comer ao ar livre (a comida atrai as vespas).

As alergias podem desaparecer? 10 mitos desvendados
As alergias podem desaparecer? 10 mitos desvendados
Ver artigo

- Usar capacete e luvas quando andar de bicicleta.

- Evitar movimentos bruscos e proteger a face e cabeça com uma peça de vestuário.

- Os doentes alérgicos à picada destes insetos (himenópteros - abelhas e vespas) deve ser portadores de uma caneta de adrenalina e devem trazer sempre a caneta consigo.

- Os doentes alérgicos às picadas de vespa (ou abelha) devem ser encaminhados para uma consulta de imunoalergologia para realizarem testes cutâneos e análises de sangue. A vacina com veneno de vespa (ou abelha), quando indicada, é o único tratamento de dessensibilização que protege e previne futuras reações em doentes alérgicos.

Como denunciar a localização de um ninho?

- Através da linha SOS Ambiente e Território - 808 200 520 - do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR;

- Através da plataforma SOS Vespa, criada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas;

- Através da Junta de Freguesia da área da observação do ninho.

Os conselhos médicos são de médica Elisa Pedro, especialista em Imunoalergologia e presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.