O que é o Malassezia furfur?

O fungo Malassezia furfur é um constituinte normal da flora cutânea, habitando na pele de cerca de 20% das crianças e mais de 90% dos adultos, habitualmente sem causar problemas. Em determinadas situações, ocorre proliferação excessiva do fungo causando doença.

Não ocorre transmissão do fungo de pessoa para pessoa, pelo que a doença não é contagiosa.

10 hábitos que estão a destruir a sua pele
10 hábitos que estão a destruir a sua pele
Ver artigo

Como se manifesta a infeção?

Clinicamente, a pitiríase versicolor manifesta-se pelo aparecimento de manchas na pele que podem apresentar várias cores: mais frequentemente, as manchas são hipopigmentadas (mais claras do que a restante pele), embora também possam ser hiperpigmentadas (mais escuras), avermelhadas, rosadas ou cor de salmão.

As manchas localizam-se preferencialmente no tronco, podendo estender-se para o pescoço e braços. Apresentam habitualmente descamação fina e podem provocar prurido ("comichão") ou ser assintomáticas. Costumam ser arredondadas, múltiplas e inicialmente pequenas, confluindo progressivamente em lesões maiores.

Quais são os fatores de risco?

Determinados fatores podem contribuir para aumentar o risco de doença: clima quente e húmido, pele oleosa, transpiração excessiva, sistema imunitário fraco e utilização de cremes ou roupa oclusivos (que não permitem a pele respirar).

Como é feito o diagnóstico?

Habitualmente o diagnóstico é realizado apenas pela observação clínica pelo médico dermatologista.

Em alguns casos, pode ser necessária confirmação do diagnóstico através de luz de Wood ou exame micológico.

As unhas de gel e o risco de cancro: médica tira todas as teimas
As unhas de gel e o risco de cancro: médica tira todas as teimas
Ver artigo

Qual é o tratamento?

Na maioria dos casos o tratamento é realizado com antifúngicos tópicos (em champôs, sabonetes, loções ou cremes). Nos casos mais extensos, recorrentes ou resistentes ao tratamento, pode ser necessário o tratamento com antifúngicos orais.

Algumas medidas simples podem ajudar a acelerar o tratamento e prevenir as recorrências:

- não utilizar produtos dermocosméticos oleosos no corpo, preferindo os produtos oil-free;

- preferir roupas largas (para diminuir a transpiração);

Qual o prognóstico?

O problema da pitiríase versicolor é essencialmente estético, não causando problemas maiores de saúde.

A probabilidade de recidivas é elevada, especialmente nas pessoas que vivem em locais quentes e húmidos.

As explicações são da médica Helena Toda Brito, dermatologista no Hospital Lusíadas Lisboa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.