Conhecer as características do mercado imobiliário

O primeiro passo consiste em perceber quais as características do mercado imobiliário e dos próprios imóveis. Falamos aqui de características como tangibilidade (o imóvel é algo palpável), imobilidade, segurança e boa garantia bancária, facilidade de alavancagem e simplicidade de compreensão. Estas e outras características podem tornar o investimento imobiliário como algo particularmente interessante para quem quer rentabilizar as suas poupanças.

Perceber os seus objetivos

O segundo passo neste caminho consiste em perceber quais os nossos objetivos em termos de risco e de retorno. Alguns investimentos são mais seguros mas outros são mais arriscados. Logo, deveremos ter sempre em conta a relação risco retorno e perceber se o mercado imobiliário vai de encontro a estas expetativas.

Perceber se o imobiliário pode ser solução e qual a modalidade pretendida

Podemos valorizar o imobiliário e considerar que se enquadra com os nossos objetivos. No entanto, teremos de perceber qual a modalidade que melhor vai de encontro a esses objetivos. Queremos comprar para remodelar e revender? Queremos comprar para arrendar? De notar que a postura enquanto investidor é bastante distinta, pelo que temos de saber como nos queremos posicionar.

Saber até quanto pode ir

Entramos na fase em que sabemos que o imobiliário pode ser bom para as nossas poupanças. Agora, temos de perceber até quanto podemos ir. Qual o valor máximo do imóvel que podemos comprar? Não se esqueça que teremos de ter dinheiro para os capitais próprios (sendo habitação secundária, teremos de guardar pelo menos 15% a 20% do valor, mais os custos respetivos). De notar, ainda, que o valor máximo do imóvel deve ser determinado tendo em consideração a taxa de retorno objetivo.

Encontrar um imóvel

Depois de conhecermos o valor máximo do imóvel que poderemos comprar, é altura de o escolher. Deverá definir uma área de atuação que será a área onde se irá especializar. Aqui recomendamos que escolha um consultor imobiliário de confiança mas que defina com rigor os critérios de pesquisa.

Comprar o imóvel

O último passo é comprar o imóvel. Antes de avançar para a proposta sugerimos que tenha um processo de crédito pré-aprovado ou que faça o contrato promessa condicional à aprovação do crédito imobiliário. Use um simulador de crédito habitação e faça as suas contas, garantindo a melhor relação entre a taxa de retorno do investimento e a taxa global que irá pagar pelo seu crédito. Uma dica: o investimento imobiliário com recurso ao crédito habitação alavanca muito os seus retornos.

Depois de comprado o imóvel, entra a fase mais interessante. Fazer obras, escolher os inquilinos ou colocar a casa no mercado para revenda. Muitas outras variáveis serão necessárias para que tenha sucesso. Estes são apenas 7 passos. Poderá saber mais sobre investimento imobiliário no Guia do Investimento Imobiliário, um livro que escrevemos para ajudar todas as pessoas a ter sucesso no negócio imobiliário.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.