Apaixonado desde muito novo pela fotografia e um profundo crente no casamento enquanto instituição, Mathias Fast, casado, é um premiado retratista e fotógrafo de casamentos. A sua vida e o seu trabalho dividem-se entre a Cidade do Cabo na África do Sul, a Tanzânia e Vancouver no Canadá, obrigando a família a viajar constantemente. "Assim, vamos sempre perseguindo o sol", confessa.

"Na minha vida pessoal, sou um viajante, pai e marido. A minha mulher é um espírito extremamente criativo que me inspira e desafia o meu trabalho todos os dias. Estou sempre ansioso pela próxima aventura", acrescenta ainda. Recentemente, Mathias Fast compartilhou na internet alguns truques que podem melhorar fotografias, adicionando-lhes reflexos que criam efeitos surpreendentes. O segredo é simples.

Para os conseguir, o fotógrafo usa apenas um ecrã de telemóvel como superfície refletora. "Podemos facilmente livrar-nos de elementos indesejáveis, inserindo uma moldura ou acrescentando alguma magia a uma composição simples", explica no seu site. Mathias Fast descobriu, por puro acaso, o truque num casamento enquanto fotografava a preparação de uma noiva para a cerimónia.

"As damas de honor tinham os seus telefones sobre a mesa e reparei nos reflexos que criavam. Percebi que, com o ângulo correto e a distância certa poderia incorporar um reflexo numa fotografia sem que se percebesse que vinha de um telefone. Tenho quase sempre um telefone no meu bolso. Acaba por ser uma ferramenta de trabalho", acrescenta o fotógrafo intercontinental, satisfeito com a coincidência feliz.

O vidro do relógio também serve

Apesar dos resultados obtidos, Mathias Fast procura não abusar desta técnica, que pode ver nas fotografias que integram a galeria de imagens que se segue. Ainda assim, admite incorporá-la nalgumas das suas criações. "Às vezes, os efeitos são subtis. Outras, são muito mais dramáticos. O meu objetivo é sempre ter o espetador a fazer uma pausa por um segundo e tentar descobrir o que se passa com a imagem", admite.

Embora o telemóvel acabe por ser o instrumento que mais utiliza para obter estes tipo de efeitos, Mathias Fast revela que não se limita a ele para executar este truque. "Quando fotografo, estou sempre à procura de qualquer superfície reflexiva que possa usar para enquadrar a fotografia. Já usei o vidro do meu próprio relógio para captar luz para uma cena que estava a fotografar", confessa ainda este profissional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.