Com 590.262 óbitos desde o início da pandemia, os EUA continuam a ser o país com mais mortes e também com mais casos no mundo, com um total acumulado de mais de 33,1 milhões (33.140.372) de infeções.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, em cujos modelos de projeção da evolução da pandemia a Casa Branca se baseia com frequência, previu cerca de 610 mil mortes até 01 de agosto.

Cerca de 163,9 milhões de pessoas (49,4% da população) já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19, tendo 130,6 milhões (39,3%) concluído o processo de vacinação, segundo os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.465.398 mortos no mundo, resultantes de mais de 166,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.018 pessoas dos 845.465 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.