O processo de vacinação de idosos com 80 ou mais anos e de pessoas com mais de 50 anos com doenças associadas arrancou na quarta-feira em Lisboa, prosseguindo hoje em mais sete locais da região Norte.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares (eleito pela CDU), referiu que a vacinação desta população vai decorrer a partir de segunda-feira no Pavilhão Feliciano Bastos, infraestrutura sugerida pela autarquia às autoridades de saúde locais.

“Foi-nos pedido que fosse encontrado um centro com grande capacidade de vacinação e assim fizemos. O Pavilhão Feliciano Bastos corresponde a essa necessidade, e está apenas dependente da disponibilidade de recursos humanos e de vacinas”, sublinhou o autarca.

O processo de vacinação no concelho de Loures está a ser coordenado pelo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Loures/Odivelas, que serve também o município vizinho de Odivelas.

Segundo dados fornecidos pelo ACES à Câmara de Loures, a perspetiva é que possam vir a ser vacinadas diariamente nos dois concelhos cerca de 800 pessoas, embora a capacidade total seja até às 3.000, num universo de 30 mil pessoas.

“Neste momento a forte limitação aqui é a da disponibilidade das vacinas que permita avançar mais rapidamente com a campanha de vacinação”, apontou.

O autarca de Loures sublinhou ainda a disponibilidade do município em vir no futuro a encontrar outros espaços de vacinação ou ajudar em questões de transporte.

“Se numa fase de vacinação mais em massa for necessário ou abrir outra localização ou encontrar alguma solução para o transporte daqueles que não tenham condições para se deslocar, cá estaremos para depois encontrar uma solução para isso”, sublinhou.

Esta é uma nova etapa da fase 1 do plano nacional de vacinação contra o novo coronavírus, que se iniciou em 27 de dezembro, e que foi recentemente atualizado, passando a incluir a vacinação simultânea das pessoas com 80 ou mais anos de idade.

A campanha de vacinação contra a covid-19 foi planeada de acordo com a disponibilidade das vacinas contratadas para Portugal, que estão a ser administradas faseadamente a grupos prioritários, até que toda a população elegível esteja vacinada.

A fase 1 abrange também os profissionais de saúde diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes, funcionários e utentes de lares de idosos e da rede nacional de cuidados continuados integrados, assim como elementos das forças armadas, das forças de segurança, de serviços críticos e titulares de órgãos de soberania e altas entidades públicas.

O objetivo é vacinar 80% das pessoas com mais de 80 anos até março.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 2.269.346 mortos resultantes de mais de 104,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.257 pessoas dos 740.944 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.