Julho começa com um Eclipse total do Sol em Caranguejo, que ocorre logo no dia 2, quando a Lua entra na fase de Lua Nova no mesmo signo. Os Eclipses põem a descoberto situações e aspetos que estavam ocultos, obrigando-nos a encontrar outras perspetivas para lidar com os desafios que a vida nos apresenta e também para aperfeiçoar aspetos menos evidentes na nossa personalidade.

A primeira semana do mês será dominada por esta influência, que fará sentir-se durante os próximos meses. É provável que haja maiores exigências afetivas e familiares neste período, ou que sinta necessidade de investir mais nesta área da sua vida.

Julho funciona como uma espécie de mês de preparação para a ação que agosto irá trazer. Este é o período para reforçar a nossa segurança, revendo as questões ligadas à identidade e àquilo que nos define. Apenas quando e se estivermos bem seguros a respeito do nosso valor saberemos fazer face às contrariedades da vida e não nos deixaremos abalar por opiniões menos positivas a nosso respeito. Uma vez que Caranguejo lida com a necessidade de segurança afetiva, este será o tópico principal do mês, podendo haver maior tendência para crises e choro, discussões e exigências emocionais. As questões afetivas terão de ser encaradas sob uma perspetiva mais profunda, compreendendo quais são as motivações que de facto estão na base dos comportamentos e atitudes que cada pessoa tem e, principalmente, compreendendo as suas próprias motivações pessoais.

Uma vez que no início do mês o Sol em Caranguejo estará em conjunção com a estrela Sirius, a nossa intuição estará especialmente apurada. Sirius é considerada como "o nosso Sol espiritual", acreditando-se que a sua energia nos ajuda a despertar. Na primeira metade do mês esteja particularmente atento a mensagens que pode receber, a sonhos premonitórios, visões e pressentimentos. Esta energia irá ajudar-nos a entrar em contacto com os nossos dons espirituais, permitindo-nos aceder a um nível mais elevado no nosso desenvolvimento.

Esta energia, conjugada com o Eclipse, poderá trazer boas oportunidades, abrindo portas na nossa vida e ajudando-nos a chegar onde desejamos. Se tem estado a lutar para defender um projeto ou propósito, aproveite a energia desta fase pois o eclipse pode ajudá-lo a conseguir o desenvolvimento que deseja.

Se procura uma mudança na sua vida aproveite a energia do Eclipse para definir intenções, investindo de alma e coração naquilo que mais deseja. Caranguejo é um signo de amor e entrega: quanto mais se der, mais longe poderá chegar.

No dia 7 de julho Mercúrio entra em movimento retrógrado, o que é geralmente considerado negativo mas, neste caso, poderá ser uma verdadeira bênção, permitindo-nos abrandar para pesar melhor as nossas escolhas. Mercúrio encontra-se em Leão, onde Marte entrou também logo no dia 1 de julho, o que nos dá força e coragem para analisar os factos de forma racional mas, ao mesmo tempo, sem perder o contacto com o valor humano que está envolvido em cada situação. Mercúrio retrógrado ajuda-nos a compreender as lições que aprendemos no passado para que não voltemos a repetir os mesmos erros. A partir do dia 7 é provável que se veja confrontado com pessoas e situações do seu passado - cabe-lhe a si decidir se quer que elas voltem a fazer parte da sua vida, reconhecendo aquilo que fez com que elas no passado saíssem da sua vida. No dia 19, Mercúrio retrógrado entra em Caranguejo, o que o torna muito mais emocional e profundo. Sob esta influência, é provável que sinta necessidade de passar mais tempo em casa, com os seus, de cuidar do seu lar e, sobretudo, de cuidar de si próprio. Tenha atenção a uma certa tendência para vitimizar-se e para o excesso de complacência em relação a si próprio.

No dia 8 de julho é Quíron que também entra em movimento retrógrado, o que faz com que sete planetas se encontrem "a andar para trás" - esta é uma clara mensagem do Universo, que nos convida a parar para pensar, avaliar, compreender, resolver. Julho não é um mês de grandes avanços mas oferece uma das melhores oportunidades do ano a nível de desenvolvimento. Da nossa capacidade de resolver "as pontas soltas" que ainda pairam na nossa vida depende a nossa capacidade de avançar e conquistar algumas metas que julgamos impossíveis de alcançar. Sob a influência de Quíron retrógrado temos maior capacidade para sarar feridas, tomando decisões necessárias e medidas que, mesmo que radicais, são essenciais para que possamos ter maior equilíbrio e bem-estar.

No dia 16 temos um novo Eclipse, sendo desta vez um eclipse lunar que opõe a Lua em Capricórnio ao Sol em Caranguejo. Se, no início do mês, o eclipse solar veio questionar o nosso sentido de identidade, os eclipses lunares, como este que marca o meio de julho, põem em destaque as emoções e a forma como elas afetam as situações. Este eclipse lunar pode ser difícil, pois tem associado a si energias que nos obrigam a assumir responsabilidades, a enfrentar medos e a honrar compromissos. A dicotomia entre a obrigação e a vontade pode tornar-se difícil de gerir, deixando-nos entre a espada e a parede em relação a assuntos que nos tocam especialmente. Temos, por um lado, a emotividade do Sol em Caranguejo e, por outro lado, o rigor e a frieza da Lua em Capricórnio.

Sob a influência deste eclipse lunar devemos concentrar-nos na nossa força, lembrar tudo o que aprendemos e nunca esquecermos a sabedoria e o conhecimento que temos dentro de nós. Tudo aquilo de que precisamos já nos foi dado, e é importante não esquecer que a fonte de tudo o que nos falta está em nós, e que é no nosso coração e na nossa fé em nós próprios que podemos encontrar a força necessária para superar qualquer prova.

No dia 22 de julho o Sol entra em Leão e isso traz-nos uma maior motivação para a ação. Queremos mostrar o nosso valor, estar em contacto com os outros, abraçar os desafios e rugir destemidamente ao Mundo aquilo de que somos capazes.

A 27, Vénus deixa o ternurento Caranguejo para entrar em Leão, o que lhe dá maior ousadia, garra e coragem para expressar as suas vontades e libertar os seus desejos. Progressivamente o foco deixa de estar na família e nos laços afetivos para se centrar no amor-paixão e, também, no amor próprio. Queremos - e exigimos - demonstrações de amor, gestos grandiosos, declarações arrebatadoras.

No dia 31 de julho, haverá uma segunda Lua Nova no mês, que desta vez une a Lua ao Sol em Leão. Esta segunda Lua Nova pode trazer a oportunidade de consolidar assuntos que surgiram aquando do Eclipse solar do dia 2.

De um modo geral, julho é um mês que traz novos começos, uma energia renovada a situações que estavam em desgaste, a possibilidade de reencontros e um impulso muito positivo para tudo o que é novo. É, também, um mês que nos convida a cuidar melhor de nós, a aprendermos a conceder-nos aquilo de que precisamos, nutrindo-nos a nós próprios com tudo aquilo de que sentimos falta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.