Foot Trodden - Portugal and the wines that time forgot é um livro (30€) sobre a cultura do vinho em Portugal, um relato vivido e afetivo que entrelaça memória e modernidade para contar histórias sobre tesouros dos vinhos portugueses.

O lançamento do livro pelos autores vai ter lugar no próximo dia 6 de novembro, no Porto, no theLab Porto, a partir das 18h00 horas. A apresentação da obra em Lisboa tem lugar no hotel Tings Lisbon, no dia 8 de novembro, pelas 18h00 horas.

Este livro fez um grande sucesso mesmo antes de ser publicado, prova disso foi a excelente resposta no período de angariação de financiamento. Duas semanas após o lançamento da campanha, em fevereiro, o projeto já tinha recebeu 30.800 mil euros de quase 400 investidores, garantindo a venda de mais de 600 livros ainda antes de a obra estar concluída e à venda.

O título remete-nos para a memória e a tradição do vinho português, mas Pisa a pé –Portugal e os vinhos que o tempo esqueceu vai para além dos factos históricos e culturais. No país vinhateiro que Ryan Opaz e Simon Woolf nos relatam, o que é velho é novo e as antigas práticas artesanais são trazidas para o presente, pelo empenho e visão de enólogos e produtores que entrelaçam legado e modernidade.

Capa do livro Foot Trodden – Portugal and the Wines that Time Forgot
Capa do livro Foot Trodden – Portugal and the Wines that Time Forgot

“Se você não percebeu o quão dinâmico e emocionante é o setor do o vinho português nos dias de hoje, então este livro irá chocá-lo”, provoca Ryan Opaz, numa referência à pergunta que, de gasta, já não devia manter-se: Porque é que o mundo amante do vinho tem tão pouco apreço pelos vinhos portugueses? Aos tesouros da viticultura e do vinho nacionais, os autores, ambos de origem anglófona, procuram acrescentar o brilho merecido ou, como refere Simon Woolf, reparar “o paradoxo frustrante de verificar que Portugal está a viver uma época de ouro da vinificação artesanal, mas a maior parte do mundo apenas conhece o vinho verde barato e o Porto rubi”.

“O vinho português é incomparável em termos de qualidade e diversidade e Portugal deve orgulhar-se disso. Com Foot Trodden, espero que possamos criar algo que inspire mais pessoas a explorar e descobrir esses vinhos”, sintetiza Ryan.

O trabalho é o culminar de três anos de investigação pelo país, que Simon Woolf visita regularmente na qualidade de escritor, seja para a revista Decanter ou para a ‘newsletter’ The Morning Claret, e onde o norte-americano Ryan Opaz, cocriador do bloque Catavino, se estabeleceu, no Porto, em 2013.

Onde comprar: o livro pode ser adquirido online, no theLAB Porto ou nas sessões de lançamento. Os autores esperam que, em breve, o livro esteja disponível em livrarias em todo o país.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.