Numa carta aberta dirigida ao primeiro-ministro e ao presidente do parlamento, argumentam que a organização do debate tem como "intenção clara promover e legitimar os novos produtos de tabaco, nomeadamente aquele conhecido em Portugal como tabaco aquecido".

Pedem-lhes que garanta um parlamento sem "influência do lóbi do tabaco e seus aliados" nas suas tomadas de decisão.

15 truques para deixar de fumar num ápice
15 truques para deixar de fumar num ápice
Ver artigo

"Os órgãos do Estado não devem estar envolvidos em iniciativas que envolvam a indústria do tabaco, sobretudo quando aquelas iniciativas visam promover ou legitimar os seus produtos", invoca a plataforma, que cita uma disposição da Organização Mundial de Saúde, numa convenção para o controlo do tabaco.

Nessa convenção, estabelece-se “o fundamental e irreconciliável conflito entre os interesses da indústria do tabaco e a política de saúde pública”.

Na notícia sobre o debate, que decorreu esta manhã, o Expresso diz que o objetivo é, decorrido um ano sobre a nova lei do tabaco, "discutir o impacto das alterações na população portuguesa" e temas como "o tabaco aquecido, as leis mais restritas de consumo e os efeitos na saúde pública".

O tabaco faz rugas e estrias, mas não só. 10 motivos para abandonar este vício
O tabaco faz rugas e estrias, mas não só. 10 motivos para abandonar este vício
Ver artigo

Os convidados incluem as deputadas Maria Antónia Almeida Santos, do PS, Teresa Caeiro, do CDS-PP, o subdiretor do organismo português para as dependências, Manuel Cardoso, e o canadiano David Sweanor, académico que defende publicamente as chamadas alternativas ao tabaco, como os cigarros eletrónicos, a vapor ou tabaco aquecido como forma de redução de riscos.

Para os signatários da carta, usar produtos como o tabaco aquecido "como ferramentas de redução de danos está longe de ser comprovada e fornecer uma mais-valia para a estratégia de controlo do tabagismo".

Além da associação de doentes respiratórios crónicos Respira, assinam a carta a associação de sobreviventes, familiares e amigos AVC, a Confederação Portuguesa de Prevenção do Tabagismo e organizações não governamentais pelo controlo do tabagismo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.