Em declarações aos jornalistas no parlamento, a deputada bloquista Joana Mortágua lembrou que em novembro do ano passado o BE apresentou "um requerimento ao Governo para que o Ministério da Educação apresentasse a lista das escolas, dos equipamentos escolares que contêm amianto".

"Perante a opacidade do Governo, que insiste em não responder com esta listagem, há organizações, há movimentos que têm vindo a recolher eles próprios informações sobre quais são as escolas que contêm amianto", apontou.

Apesar de considerar que "esta responsabilidade cabe ao Governo", o BE considera que "esta informação é urgente" já que "a transparência é a única coisa que pode trazer tranquilidade às comunidades escolares".

"Perante a recusa do Governo em responder ao nosso requerimento, o Bloco de Esquerda vai fazer uma pergunta a todas as escolas e agrupamentos de escolas de Portugal - mais de 800 - sobre que equipamentos é que têm amianto e que identificação é que têm de materiais com amianto nas escolas", adiantou.

Para Joana Mortágua, "esta informação é importante para que o país possa estar esclarecido sobre a dimensão do problema".

"O amianto é um produto material que é cancerígeno, é perigoso e portanto a remoção deste material é uma obrigação do Governo tal como é a publicidade sobre a listagem dos equipamentos que têm este material", advertiu ainda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.