“Arrancou este sábado de manhã a operação de controlo ao novo coronavírus nos lares e Instituições de Solidariedade Social do município da Trofa. Os testes gratuitos para os utentes e colaboradores, são assegurados pela Câmara da Trofa e pelo Grupo Trofa Saúde Hospital, em parceria com a Unilabs”, refere um comunicado conjunto da Câmara Municipal da Trofa e do Grupo Trofa Saúde.

A nota, enviada à agência Lusa, sublinha que os testes “não terão qualquer custo para instituições ou utentes”, acrescentando que o município e o GTSH “disponibilizam este controlo sanitário aos seniores que se encontram em Instituições de Solidariedade Social do município e que detêm ou dirigem centros/lares de terceira idade”.

O rastreio iniciou-se hoje no Lar Paroquial de S. Martinho de Bougado, com a realização de 38 testes, prosseguindo na terça e na quinta-feira, 07 e 09 de abril, respetivamente, na Santa Casa da Misericórdia da Trofa (Lar Imaculada Conceição e Alfredo Carriço), na qual vão ser realizados testes a 107 utentes.

No sábado, 11 de abril, será a vez do Lar Centro Social Paroquial de S. Mamede do Coronado, onde serão realizados 37 testes.

Ao todo, segundo o comunicado, realizar-se-ão 182 testes à covid-19, os quais terão início, em todas as instituições, pelas 09:00 e serão feitos por uma equipa de três profissionais de saúde.

“Os últimos dias foram de muita preocupação, pois era urgente avançarmos com os testes à covid-19, nos lares do concelho, para segurança dos nossos seniores e para segurança de todos os colaboradores daquelas instituições, que aproveito para salientar e enaltecer, estão a adotar todas as medidas ao seu alcance para prevenir e mitigar a propagação do surto do coronavírus”, explica o presidente da Câmara da Trofa, citado no comunicado conjunto.

Sérgio Humberto adianta que foi “com enorme gratidão” que a câmara recebeu o apoio do Grupo Trofa Saúde “para cofinanciar a 50% esta ação, fundamental nesta fase e ainda mais quando” se fala em pessoas idosas, acrescentando que os restantes 50% associados a esta ação, serão custeados pelo município, “numa demonstração de enorme civismo, de responsabilidade social e de profunda empatia com a comunidade”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 60 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 266 mortes, mais 20 do que na véspera (+8,1%), e 10.524 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 638 em relação a sexta-feira (+6,5%).

O país, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

O Governo declarou, no dia 17 de março, o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.