Começar a cultivar desde a semente é algo que nos dá uma alegria e um prazer enorme, pois acompanhamos todo o processo desde que a planta é lançada à terra até que germina e se desenvolve. E, para além do mais, tem vantagens. "É fácil, barato e muito rápido", garante Teresa Chambel, arquiteta paisagista, blogger de jardinagem e diretora da revista Jardins. "Usando sementes e substratos bio, pode controlar a qualidade das hortícolas", sublinha ainda.

"Vai poupar dinheiro e ter as suas hortícolas, aromáticas e flores sempre à mão. Grande parte das plantas que se semeiam agora são anuais e vão cumprir o seu ciclo em um ano. O inicio da primavera é a época certa para fazer grande parte delas e semear todo o tipo de aromáticas, flores e até hortícolas", refere a autora dos livros "Um jardim para cuidar" e "Um jardim dentro de casa", publicados pela editora A Esfera dos Livros, explicando como deve proceder.

Para semear com sucesso, para além de sementes de flores, hortícolas e aromáticas, vai necessitar de tabuleiros de sementeira, de vasos e floreiras pequenas, de substrato para sementeiras, de uma pá, de um pulverizador e de etiquetas. No momento de arregaçar as mangas e pôr mãos à obra, convém definir o que vai semear em tabuleiro para transplantar posteriormente para outros vasos e o que vai semear em recipientes que serão os definitivos.

Os passos a seguir para semear em tabuleiro

Num mesmo recipiente, vamos aproveitar e semear várias plantas para depois transplantar para vasos maiores, para a horta ou para o jardim. Para isso, deve seguir estes três passos:

1. Comece por distribuir pelo tabuleiro substrato adequado a sementeiras. "Como as sementes são muito pequenas, precisam de um substrato próprio para se desenvolverem", esclarece Teresa Chambel.

2. Coloque seguidamente as sementes em cada alvéolo. "Nunca se devem colocar mais do que três sementes em cada um para não haver demasiada concorrência", avisa a especialista.

3. Regue, pulverizando. "As sementeiras nunca se regam com regador", adverte a diretora da revista Jardins.

Os passos a seguir para uma sementeira definitiva em vaso

Neste caso, as sementes vão desenvolver-se num espaço que será também aquele em que depois irão crescer. Para isso, deve seguir estes cinco passos:

1. Faça a drenagem do vaso com argila expandida e geotêxtil.

2. Avance para a colocação de substrato.

3. Faça um furinho no meio do vaso, com aproximadamente 0,5 centímetros.

4. Disponha no orifício entre cinco a oito sementes.

5. Regue, pulverizando, pois as sementeiras nunca se regam com regador

O que também deve saber acerca das sementeiras

As sementes germinam em entre três a quatro semanas. Se, num alvéolo, germinar mais do que uma planta, devem ser retiradas as mais fracas e deixada apenas a mais forte. "A esta operação chama-se repicagem", esclarece Teresa Chambel. "As sementeiras não devem apanhar sol direto antes de germinarem", refere ainda.

"Só devem ser colocadas ao sol direto quando já têm entre quatro a cinco centímetros e algumas folhas, sinal de que já fotossintetizam. Quando tiverem entre 10 a 12 centímetros, devem ser transplantadas para vasos maiores, reciclados, que mais tarde se plantam nos canteiros, ou, em alternativa, para as floreiras e vasos definitivos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.