No ano passado, o príncipe André esteve no centro de um escândalo quando foi tornada pública a relação de amizade que mantinha com Jeffrey Epstein, acusado de abusos sexuais a menores.

Em novembro, o duque de York deu uma entrevista à BBC onde pretendeu esclarecer o sucedido, dando o seu lado da situação. Contudo, a tentativa de acalmar as coisas foi considerada um 'tiro ao lado' e André acabou por ser retirado dos seus deveres reais.

Agora, segundo o advogado Attorney Geoffrey Berman, o príncipe terá sido contactado pelo FBI e representantes legais na sequência da entrevista, mas não respondeu.

"Até à data, o príncipe André não cooperou", afirmou, durante uma conferência de imprensa.

Segundo a BBC, o Palácio de Buckingham não irá fazer quaisquer comentários acerca do assunto, contudo afirma que os advogados do filho da rainha e as autoridades norte-americanas têm permanecido em contacto.

Leia Também: Palácio de Buckingham sai em defesa do príncipe André e nega acusações

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.