Algumas mulheres desistem de amamentar ao fim de algumas semanas. Ficam desmoralizadas, sentem-se culpadas e, desse modo, correm mais riscos de vir a sofrer de depressão pós-parto, como afirma a professora de saúde pública infantil Amy Brown, da Universidade de Swansea, no País de Gales. No livro The Positive Breastfeeding Book (O Livro da Amamentação Positiva), a especialista revela algumas das maiores preocupações das mães que amamentam e dá informações que ajudam a contornar esses receios.

Sinto dores

Amamentar não deve ser doloroso. Infelizmente, muitas mulheres sentem dores. A boa notícia é que esses efeitos negativos podem ser corrigidos. Peça ajuda ao seu médico para perceber melhor como é que o bebé agarra o peito. Se fizer apenas algumas pequenas mudanças na forma como o posiciona, ou se posiciona a si própria, isso pode ajudar bastante. A forma como o bebé apanha o peito é algo que os dois aprendem juntos, mas se continuar a não funcionar peça ajuda ao médico.

Tenho uma infeção?

Às vezes, pode desenvolver-se uma infeção no mamilo ou mama. Se notar qualquer comichão ou dor nos mamilos, ou manchas brancas na boca do bebé, pode tratar-se de candidíase. Se tiver dores profundas nos seios e lhe aparecer um vergão vermelho no peito, pode ter um canal bloqueado ou mastite. É provável que se sinta péssima, mas existem tratamentos para o alívio da dor e você pode continuar a amamentar.

Estou a tomar medicamentos

É um mito pensar que não se pode tomar medicamentos quando se amamenta.  Leia sempre muito bem as bulas, mas a maioria dos remédios são compatíveis com a amamentação, pois não entram no leite ou, se o fazem, é numa quantidade insignificante. Por vezes, pode ser melhor tomar um medicamento diferente. Veja com o seu médico.

A minha alimentação não é a ideal

Ainda segundo Amy Brown, a sua dieta tem pouco impacto no conteúdo do leite materno, ainda que uma alimentação saudável seja sempre preferível. Atenção que o seu corpo usará todas as reservas de energia, o que pode deixá-la esgotada se não estiver a alimentar-se suficientemente bem. Amamentar pode despertar fome, pois queima calorias. Por isso, e a pensar em si, tente comer o mais saudável possível.

O meu bebé come muito

Os bebés amamentados chegam a mamar a cada duas horas, incluindo à noite. O leite materno é facilmente digerido e, quanto mais a criança mamar, mais leite a mãe vai produzir.

A minha família interfere

Comida e amor andam de mãos dadas em diversas culturas, e muitos pais e avós querem alimentar o bebé, especialmente nos primeiros dias, quando eles apenas dormem e comem. As intenções podem ser as melhores, mas dar um biberão pode promover uma redução da produção de leite. Peça aos seus entes mais próximos que ajudem, sim, mas fazendo trabalhos domésticos, por exemplo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.