Nos últimos 100 anos, as sapatilhas All Star Converse da Chuck Taylor transformaram-se mais do que mero calçado para os amantes de basquetebol e, graças à sua reinvenção, foram fazendo parte de um símbolo nos pés de geração em geração.

Atualmente a marca continua focada em reinventar este tipo de calçado, seja no design ou com novos materiais, e as nova série são as mais ecológicas de todas.

As novas Converse Renew da Chuck Taylor são feitas de garrafas de plástico e de ganga recicladas, assim como outros tecidos para o processo de fabricação da Converse, pegando nesta forma em material que seria lixo e transformando-as em produtos novos e sustentáveis.

Brandon Avery, responsável pelo laboratório de inovação da Converse – Converse Concept Creation Center ou C4 –, decidiu modernizar o produto e mandou fazer dois pares a partir de um cobertor seu de quando era bébé.

Posteriormente, e depois de bons resultados com o teste feito, Avery achou que poderia acrescentar outros materiais e reciclá-los em grande escala.

"Fabricámos este calçado há muito tempo. E poderíamos ter um impacto muito grande", disse, em declarações à revista “Wired“.

Ao todo, e em parceria com a Thread International, cada par é feita a partir de 11 garrafas de plástico e , de forma a minimizar os custos, a Converse começou a recorrer a tecidos antigos de ganga no processo de reciclagem. Para criar esta série, com o nome de Denim Chucks, a marca fez uma parceira com a cadeia britânica vintage Beyond Retro, com a capacidade de processar a quantidade de ganga que a Converse precisava.

A marca vende, por ano, cerca de 100 milhões de pares de sapatilhas. As Converse Renew Canvas chegam às lojas a 5 de julho e as Renew Denim, mais tarde em agosto. Haverá ainda uma série algodão para a primavera de 2020.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.