São muito comuns nos meses mais frios mas, com alguns cuidados, podem ser evitadas. A única forma totalmente segura de não ser contagiado é não ter qualquer contacto com pessoas infetadas, complementando esse gesto preventivo com lavagens e desinfeções frequentes das mãos. Existem, no entanto, inovadoras formas alternativas de afastar constipações, como recomendam inúmeros médicos e outros profissionais de saúde um pouco por todo o mundo, como pode ver de seguida. Escolha as que mais lhe convêm.

1. Aposte na carne

A proteína é o principal constituinte das células e hormonas utilizadas na resposta imunitária, pelo que ao ingerir uma quantidade insuficiente terá um sistema imunitário mais fraco, uma situação que pode facilmente contrariar. A dose diária de proteína recomendada oscila entre os 40 e os 60 gramas, sendo que para obter 7 gramas deste nutriente deverá consumir 35 gramas de carne, um ovo ou um copo de leite. O ideal é ir alternando regularmente.

2. Apanhe sol

A época das gripes e constipações está, em parte, associada a uma diminuição da exposição solar. É que o fornecimento de vitamina D ao organismo, capaz de estimular a produção de células imunitárias, especialmente as que atacam o vírus da gripe, é 90% produzido pela ação dos raios solares na nossa pele. Se as condições climatéricas não o permitem, fique em casa mas, se estiver sol, aproveite para dar um passeio.

3. Durma menos

Vários estudos científicos internacionais, tornados públicos nos últimos anos, descobriram que se, durante alguns dias, dormir menos do que o habitual irá reforçar o sistema imunitário. No entanto, se está stressado, a falta de sono torna-o tendencialmente vulnerável às gripes e constipações, pelo que também é importante que descanse.

4. Experimente tai-chi

Esta modalidade oriental, que combina movimentos suaves e exercícios de relaxamento, desenvolve a concentração, a força e a flexibilidade e pode melhorar a função imunitária até 50%. Na impossibilidade de sair de casa para praticar tai-chi, descubra aulas online que pode frequentar no conforto do seu lar ou procure tutoriais na internet que possa facilmente reproduzir.

5. Stresse um pouco

Está oficialmentre comprovado que a ocorrência de pequenas crises de stresse fortalece o sistema imunitário. Quando este sentimento nos invade, tendemos a libertar cortisol e adrenalina, duas hormonas que colocam, de imediato, o organismo em alerta, fazendo desde logo aumentar a produção de células imunitárias. Mais uma vez, também aqui, encontrar o equilíbrio é fundamental, uma vez que, em excesso, o stresse tende a ser prejudicial, como confirmaram inúmeros investigadores ao longo das últimas décadas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.