A C&A, conhecida mundialmente por fazer com que a moda sustentável seja a norma e que há dois anos tornou todas as suas lojas e escritórios em Portugal e Espanha neutros em carbono, volta a juntar-se este ano ao movimento internacional no âmbito do Dia Mundial pela Redução das Emissões de CO2, que se comemora a 28 de janeiro.

A empresa de moda anunciou uma campanha cujo principal objetivo será a sensibilização para uma questão tão relevante como a das emissões de CO2.

Desta forma, a C&A utilizará as suas montras para dar visibilidade ao problema ambiental, retirando os seus manequins e colocando um Spathiphyllum no seu lugar.

Esta planta, segundo a NASA, é uma das plantas que melhor purifica o ar e absorve o CO2: uma mensagem curta e direta que enfatiza o compromisso da marca com a neutralidade de carbono e a consciência de que pequenas mudanças fazem a diferença.

As lojas em Portugal onde esta ação será implementada serão as do Centro Comercial Colombo e Centro Vasco da Gama, ambas em Lisboa.

A Organização Mundial das Nações Unidas (ONU) declarou o dia 28 de janeiro como o Dia Mundial pela Redução das Emissões de CO2, uma data chave no ano para tomar decisões a favor da proteção e do cuidado do meio ambiente. O objetivo é aumentar a sensibilização para o impacto que as alterações climáticas estão a ter nas nossas vidas.

"A sustentabilidade será sempre um dos pilares da C&A, desde a origem dos materiais e do processo de fabrico, até ao momento da compra. Como empresa de moda, queremos que o cliente possa usar produtos de alta qualidade, mas sempre transmitindo uma mensagem sobre a importância que há em desenvolver uma pegada ambiental positiva. Vamos continuar a trabalhar para inovar na implementação de medidas que contribuam para a luta contra as alterações climáticas e a preservação do planeta", explicou William Laufs, Diretor Geral da C&A Portugal e Espanha.

Wear The Change: projetos dedicados a cuidar o meio ambiente

Sob o conceito "#Wearthechange", a C&A embarcou numa série de ações para se tornar mais sustentável a nível dos produtos, ao apresentar coleções mais sustentáveis, tais como casacos de inverno feitos a partir de garrafas de plástico reciclado, fatos de banho feitos com materiais reutilizados e peças de ganga feitas com o tecido mais sustentável do mundo, mas também ao longo de toda a sua cadeia de abastecimento.

Recentemente, a marca lançou também o seu projeto Bosque C&A em colaboração com a Life Terra, uma fundação cuja missão é reconectar as pessoas com a Terra e permitir uma ação imediata que tenha impacto no clima. Juntos reabilitaram áreas degradadas com necessidade urgente de restauração ambiental.

Em Portugal, o bosque C&A estende-se por cerca de 2 hectares nos arredores de Lisboa, permitindo a redução de mais de 250 toneladas de emissões de CO2 nos próximos anos.

Em 2021, a C&A anunciou o lançamento da sua nova Estratégia Global de Sustentabilidade para os seus mercados-chave da Europa, Brasil, México e China. Entre os objetivos, destacam-se a obtenção de 100% das matérias-primas de forma mais sustentável até 2028, tomar medidas para incentivar a circularidade e prolongar a vida útil de 7 em 10 produtos até 2028.

E substituir 50% dos plásticos de utilização única nas lojas, na loja online e na cadeia de abastecimento por alternativas sustentáveis até 2028.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.