De acordo com o relatório de análise do mercado imobiliário nos meses de junho, julho e agosto, hoje divulgado, o preço médio de venda dos apartamentos em Belém avançou de 816.888 euros no início do verão para 866.229 euros em agosto, valores que fazem desta freguesia a mais cara para comprar casa em Portugal.

Seguem-se as Avenidas Novas e o Parque das Nações, onde os apartamentos para venda atingiram em agosto o valor médio de, respetivamente, 794.993 e 721.869 euros.

Em sentido inverso, os locais com o preço médio de venda de apartamentos mais baixo foram Salir (Loulé), Beato (Lisboa) e Bonfim (Porto), com o estudo a revelar que Salir é a única freguesia onde o valor medo foi inferior aos 200 mil euros.

A análise ao preço por metro quadrado dos apartamentos para venda indica, por seu lado, que o ‘top’ das freguesias mais caras é integrado pelas freguesias de Santo António, Avenidas Novas e Misericórdia, todas em Lisboa e a registarem valores, entre os 6.316 euros e os 7.143 euros.

Já Salir (Loulé), São Clemente (Loulé) e Ramalde (Porto) são as freguesias com os preços médios por metro quadrado mais baixos, entre 1.751 euros e os 2.317 euros.

Relativamente às variações percentuais, os Olivais, em Lisboa, a União das Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, no Porto, e Quarteira, em Loulé, foram os locais com maiores aumentos dos preços médios, com as subidas a situarem-se entre os 10,5% e os 9%. Inversamente, no Beato e em Marvila, os preços caíram 4,9% e 2,3%, respetivamente, entre junho e agosto.

Já no que diz respeito a apartamentos para arrendamento, o estudo da Casafari indica que as freguesias lisboetas de Santo António, Avenidas Novas e Parque das Nações registam os preços médios mais elevados: 1.646 euros, 1.582 euros e 1.396 euros, respetivamente, enquanto a Penha de França, Ajuda e o Beato têm os preços médios de arrendamento mais baixos, situando-se entre os 865 e os 764 euros.

O domínio das freguesias de Lisboa no que diz respeito aos preços médios de apartamentos para venda e para arrendar não tem paralelo quando está em causa a venda de moradias. Neste caso, segundo o estudo, o ‘top’ é formado por Almancil (Loulé), onde o preço médio foi de 1.445.316 euros; União das Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (Porto), com 1.059.073 euros; e Comporta, com 851.308 euros.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.