Em setembro de 2019, as margens do Douro receberam aquele que se assumiu como o primeiro festival inspirado no vinho em Portugal. Dezassete mil pessoas passaram, então, pelo Porto Comercial de Cambres, nas margens do rio Douro, no concelho de Lamego. Aos palcos subiram, entre outros, nomes como Bryan Ferry, Mariza, Carolina Deslandes, Salvador Sobral, Xutos & Pontapés e Seu Jorge.

Música, gastronomia e vinhos voltarão ao mesmo local a 10 e 11 de setembro de 2021, anunciou a organização no decorrer da primeira ação de apresentação da segunda edição do Wine & Music Valley.

A um ano do evento e de acordo com os promotores da iniciativa, esta “terá uma maior aposta na implementação do conceito de um festival diferenciador, numa fusão dos melhores vinhos, a melhor gastronomia e uma seleção musical de qualidade, na mais antiga região vinícola do mundo, das deslumbrantes paisagens do Douro Valley”.

OS HMB atuaram no palco secundário, no Wine Stage
Wine & Music Valley - Lamego, Portugal a 15 de Setembro de 2019. Foto: AgenciaZero.net créditos: Agenciazero.net

Para o palco Douro Stage estão já confirmados os artistas João Pedro Pais, Ana Moura, Pedro Abrunhosa, Expensive Soul.

Tal como na edição anterior, o festival que ocupará uma área de seis hectares, apresenta uma componente de vinhos e gastronomia. Desta forma, na zona “Chef’s Stage” estarão em ação cozinheiros nacionais, entre eles, a laborar em restaurantes com estrela Michelin.

O público poderá assistir a momentos gastronómicos ao vivo com “live cooking shows” e degustações, num do palco totalmente dedicado à gastronomia.

Ainda na área da gastronomia, o evento contará com oferta de restauração, reunindo num espaço as mais variadas propostas.

wine e music valley
A duriense Quinta da Pacheca recebeu a apresentação da segunda edição do Wine & Music Valley. créditos: Wine & Music Valley

Por sua vez o espaço “Wine Village”, receberá os cem melhores produtores de vinhos da região Demarcada do Douro.

Recorde-se que, “a primeira edição do Edição do Wine & Music Valley reuniu no recinto 84 produtores da região, que revelaram ter vendido mais de dez mil litros de vinho, num total de 28 mil copos”, adiante a organização.

No recinto de seis hectares, com capacidade para receber 15.000 pessoas por dia, a oferta será variada e sofisticada, a pensar em todos os que procuram experiências novas e distintas, valorizando os momentos de união e convívio.

“Haverá, ainda, uma área de hospitality com camarotes para grupos e empresas, com serviço exclusivo e personalizado, e um espaço dedicado a experiências vínicas e sensoriais, desde provas de vinhos a tratamentos de vinoterapia, ou à possibilidade de pisar uvas”, conclui a entidade promotora do evento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.