A polémica à volta da realeza britânica ainda está longe de terminar. Segundo a imprensa internacional, o príncipe Carlos ameaçou que cortaria os fundos monetários dados a Harry e Meghan Markle se estes mantivessem os seus planos de se afastarem dos deveres públicos ligados à monarquia.

Se bem se lembra, num comunicado emitido esta semana, os duques de Sussex afirmaram que pretendiam tornarem "independentes financeiramente" e que iriam deixar de receber dinheiro dos impostos pagos pelos contribuintes britânicos. Acontece que este valor é apenas 5% do total que recebem anualmente, uma vez que os restantes 95% provêm de uma organização gerida pelo príncipe de Gales.

Segundo a Times são cerca de 2,3 milhões de libras por ano, cerca de 2,7 milhões de euros.

Uma fonte adiantou à publicação que Carlos deixou bem claro que "não irá passar ao filho um cheque em branco".

Resta esperar para ver a que acordo chegarão.

Leia Também: Harry e Meghan? "É como um 'Brexit real', mas não se pode sair assim"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.