Jimmy Fallon pediu desculpas em direto por ter pintado a cara de negro num sketch do 'Saturday Night Live', que foi para o ar em 2000, e afirmou que "não é racista".

O apresentador de 'The Tonight Show' abriu o programa, na noite desta segunda-feira, com a promessa de que seria um episódio "diferente".

"Tive realmente de me olhar ao espelho esta semana por causa de um episódio do 'SNL' em que imitei Chris Rock em blackface", começou por dizer.

"Fiquei horrorizado. Não por as pessoas tentarem calar-me ou cancelar este programa, o que é assustador o suficiente. O que mais me assombrou foi: como é que digo o quanto amo esta pessoa?", acrescentou de seguida, referindo-se ao ator, a quem teceu rasgados elogios.

"Respeito-o mais do que a maioria dos humanos", continuou. "Não sou racista. Não me sinto assim", frisou.

Siga o link

Palavras que chegaram depois de o apresentador ter usado o Twitter para lamentar a "terrível decisão" que tomou há 20 anos.

Leia Também: Atriz January Jones partilha rara foto do filho a apoiar movimento

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.