Linda de Suza está afastada das redes sociais há quase seis meses. A última publicação data de 11 de abril. Foi nessa altura que a cantora portuguesa de 72 anos, que emigrou para França em 1970, reagiu às notícias que a davam a recuperar depois de ter estado às portas da morte, hospitalizada com COVID-19 e a respirar artificialmente. "Apesar de ainda estar em observação, o seu prognóstico vital já não é reservado", escreveu então a revista France Dimanche. A artista alentejana negou, pouco depois, a informação.

"Não fui atingida pela COVID-19, como alguma imprensa afirma. É uma tristeza ganharem dinheiro com mentiras", lamentou a intérprete de êxitos como "Uma moça chorava", "Um português" e "Não te cases". "Faço questão de vos assegurar que me encontro bem e que estou confinada em casa, como vocês. Fui, efetivamente, consultada no centro hospitalar da minha vila por causa de um pequeno problema, mas não é nada de grave", garantiu, então, Linda de Suza numa publicação no Facebook.

"Fico muito triste com esta imprensa de mentiras", admitiu ainda a artista. No último ano, a portuguesa foi notícia pelo afastamento do espetáculo musical em que participava em França, pelas alegadas tentativas de suicídio e pelas declarações polémicas que fez acerca da vida de pobreza que tinha quando residia num bairro degradado da Amadora antes de emigrar para Paris. Nascida em Beringel, em Beja, em 1948, a cantora, que fez (muito) sucesso em França, vendeu 20 milhões de discos em 41 anos de carreira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.