Venceu a Grande Noite do Fado em 1997. Tinha apenas 12 anos e, a partir daí, nunca mais parou. Agora, prestes a fazer 35 anos, decidiu fazer uma pausa na carreira musical. O espetáculo que deu nos Armazéns do Chiado, em Lisboa, na passada quinta-feira, foi o último antes de um período de descanso. "Não quis fazer um grande alarido disso mas vou parar durante uns tempos", admitiu a fadista em declarações ao Modern Life/SAPO Lifestyle.

"Canto há muitos anos. Estou muito cansada. Preciso de fazer uma pausa. Preciso de viver outras coisas e de ter outras experiências", justificou a intérprete de "Madrugadas serenas" e "Sofrendo da alma", à margem da apresentação do prato decorativo que o artista de rua Vhils desenvolveu para a Bordallo Pinheiro, nas Caldas da Rainha. "Fiquei sem palavras diante da obra", assume a fadista, não poupando elogios. "É de cortar a respiração", diz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.