Tony Carreira esteve hoje, 4 de julho, no programa 'Dois às 10', à conversa com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos. Questionado sobre como lida com a vida pública e as notícias que saem a seu respeito na imprensa, o artista acabou por lamentar a demora da justiça em Portugal quando se apresenta uma queixa.

Tony aproveitou, inclusive, para falar da investigação ao acidente de viação que vitimou a filha, Sara Carreira, em 2020.

"Estou há dois anos para saber o que aconteceu à minha filha", começa por dizer.

"Atualmente é uma guerra interna entre a procuradora e a juíza, elas não estão de acordo. Mas está aqui um pai que não sabe ainda o que aconteceu - cruzo-me com pessoas que estão há 10 anos nesta situação. Pergunto-me se a própria justiça acha que isto é normal?", lamenta.

Tony revela que em uma ocasião, à conversa com uma juíza, lamentou o facto de não existir justiça em Portugal. "Isso é a sua opinião", terá respondido a própria. "Então vá para a rua perguntar às pessoas", notou Tony, indignado.

"Neste momento estou à espera que uma juíza e uma procuradora concordem. A única coisa que eu quero saber - não quero culpados - é simplesmente o que aconteceu. Culpar alguém não resolve absolutamente nada", completa.

Recorde-se que Sara Carreira morreu com apenas 21 anos a 5 de dezembro de 2020. Na altura, a jovem artista viajava na companhia de Ivo Lucas, seu namorado.

Leia Também: Tony Carreira: Entre nos bastidores das gravações do novo videoclipe

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.