Em 2017, foram muitos os fãs de Pink a questionar porque é que "Revenge", a canção que gravou com o rapper Eminem para o álbum "Beautiful trauma", nunca foi explorada comercialmente. A culpa foi, afinal, do vídeo que a cantora, compositora, produtora discográfica e bailarina norte-americana de 41 anos gravou e que, depois, não aprovou, por considerar demasiado violento. Três anos depois, a gravação, que pode ver de seguida, foi descoberta e, num ápice, foi parar à internet e ameaça, agora, tornar-se viral.

"Nós gravámos o teledisco e ficou horrível. Não funcionava e, para além disso, era uma má altura para o lançar. Ficou péssimo. Ainda bem que o Eminem não aparecia nele. Se ele tivesse entrado, teria morrido de vergonha. Na altura, preferimos recorrer a sósias dele", justificou a artista em declarações a um tabloide britânico. Além de promover a violência, "Revenge" acabaria também por não ser lançado por causa do atentado que fez duas dezenas de mortos num festival de música em Las Vegas a 1 de outubro de 2017.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.