Há calças básicas a 40 reais, menos de 6 euros, mas também vestidos de marcas de moda europeias, como a Zara, a 80 reais, menos de 12 euros. Por 200 reais, menos de 30 euros, é possível adquirir calçado de Steve Madden. Há roupa infantil com preços a partir dos 17,50 reais, cerca de 2,60 euros, mas também peças de marcas e criadores como Giorgio Armani, Dior, Alexander McQueen, Chanel e Dolce & Gabbana que chegam a atingir os 1.250 reais, pouco mais de 186 euros, um valor, ainda assim, abaixo do preço real.

Fa.forpeople, o novo projeto empresarial de Flávia Alessandra, atriz e empresária brasileira de ascendência portuguesa, que atualmente pode ser vista na telenovela "Alma gémea", é um bazar solidário com preocupações sociais e ecológicas que vende roupa e acessórios para homem, mulher e criança a preços promocionais. "Tem mais de 500 peças do meu guarda-roupa, usadas e novas", anunciou a artista nas redes sociais. Para o promover, elegeu uma fotografia (muito) ousada, onde surge como veio ao mundo.

Stella McCartney apoia mulheres com cancro. Vendas de lingerie revertem a favor de iniciativas globais
Stella McCartney apoia mulheres com cancro. Vendas de lingerie revertem a favor de iniciativas globais
Ver artigo

"O consumo consciente já é uma realidade no mercado da moda. Com a pandemia a acelerar mudanças comportamentais e sociais na nossa sociedade, a moda caminha para uma transformação ainda mais necessária e urgente. A Fa.forpeople vai ao encontro das novas necessidades do consumidor, levando em consideração a sustentabilidade e a importância do consumo consciente associado a causa sociais. Esse é o nosso pilar mais forte. Por isso, nesta fase de abertura oficial, queremos promover o bem e destinar 100% dos lucros da venda deste bazar beneficente à IKMR", informa a atriz, que é uma das conselheiras desta organização não-governamental.

A verba angariada com a comercialização das peças oferecidas por Flávia Alessandra reverte a favor de projetos de acolhimento de crianças refugiadas e de iniciavas de promoção dos direitos infantis. "A moda pode ser consciente e solidária e a Fa.forpeople nasceu com esse propósito", assegura a artista. "Este é só o início do projeto, que ainda tem muitas novidades para apresentar", informa a pérfida e malévola Cristina Ávilla Saboya de "Alma gémea". Nesta primeira fase, o site não vende para fora do Brasil.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.