Uma autêntica e completa viagem à Argentina, sem escalas. Assim se define o novo Tinto & Brasa - Parrilla Argentina, restaurante recentemente inaugurado numa rua residencial no Rato, em Lisboa. Da ambiência ao menu, passando pela equipa e banda sonora, o espaço, com 200 metros quadrados, celebra o segundo maior país da América do Sul. Idealizada pelo casal argentino Emanuel Diaz, 43 anos, e Noelia Fuda, de 40, com mais de 20 anos de experiência em hotéis de cinco estrelas e restaurantes de luxo mundo fora, o novo projeto tem por objetivo aproximar-nos de forma contemporânea às suas culturas e raízes, através de uma culinária simples e saborosa.

“Queremos que a nossa casa seja o ponto de encontro, a referência do nosso país em Lisboa”, sintetiza Emanuel Diaz. “De norte a sul, de Jujuy à Tierra del Fuego, buscamos os sabores que tradicionalmente melhor representam as regiões, como as empanadas, os queijos fundidos, os chouriços, as morcelas e os cortes de carne de excelência”, acrescenta Noelia Fuda.

Basta passar a porta do restaurante para sentir o ambiente argentino proporcionado pela decoração da arquiteta Ana Maria Lopez, especializada em desenhar restaurantes em Hong Kong e Sydney.

No Tinto & Brasa a gastronomia argentina desembarcou em Lisboa

No projeto do Tinto & Brasa - Parrilla Argentina, com 84 lugares, Ana Maria Lopez usou como inspiração os antigos restaurantes típicos argentinos de Buenos Aires. O resultado é um belo salão com parede de tijolos aparente e fotos que remetem à Argentina, e uma cave, com direito a um colorido grafite de Caminito, com cerca de sete metros de comprimento, tudo ritmado por músicas que vão do rock ao pop - argentinas, claro, não custa reforçar - até ritmos como tango e folclore. “É para se sentir relaxado e desfrutar de uma ótima refeição sem pressa”, explica Noelia Fuda, neta de uma portuguesa nascida em Viana do Castelo.

Da cozinha, orquestrada pelo chef argentino Diego Giganti, com passagens por restaurantes estrelados em França e Espanha (como o Girassol, em Alicante, onde trabalhou com o premiado chef Joachim Koerper) saem pratos tradicionais preparados a partir de ingredientes importados da Argentina.

No Tinto & Brasa a gastronomia argentina desembarcou em Lisboa

Para dar partida à experiência, a sugestão são as clássicas empanadas crioulas de carne (3,1 euros a unidade), seguidas da morcela argentina, um típico enchido de sangue (3,5 euros a unidade); do chouriço argentino (4 euros a unidade), das molejas de vitela na brasa, servidas com limão e molho crioulo (11 euros), do queijo fundido servido com torradas, tomate confitado, bacon e ervas (10,5 euros) e do carpaccio de vitela com folhas verdes, queijo parmesão, milho frito, alcaparras fritas e azeite extra virgem (8,5 euros).

A viagem gastronómica pode seguir com especialidades como o escalope de vitela panado (13,5 euros), acompanhado de batata frita ou puré de batata; ou o empadão argentino (11,5 euros), feito com puré de batata, vitela, vegetais e ovo cobertos com parmesão gratinado. Aos que preferem sandes, um pedido certeiro é a versão de bife de lombo com fiambre, queijo, alface, tomate, ovo frito e servida com batatas fritas (14,5 euros).

No Tinto & Brasa a gastronomia argentina desembarcou em Lisboa

Ainda na ementa, a secção das carnes macias e saborosas da raça Black Angus, trazidas refrigeradas da Argentina de regiões como Patagónia e La Pampa, são um capítulo à parte. Comprove ao saborear a suculenta entranha fina/diafragma (250 g, 17 euros), que pode chegar à mesa com guarnições extras, como batata assada com manteiga de ervas (3 euros) ou fritas caseiras (3 euros), além de vegetais da época assados (3,5 euros), por exemplo. Os mesmos acompanhamentos podem fazer combinação perfeita com o ojo de bife/entrecôte (250 g, 23 euros), tenro e cheio de marmoreio, como há de ser.

Para adoçar o paladar, aposte as calorias nos crepes com doce de leite (4 euros), no pudim rústico de caramelo com doce de leite e nata (4 euros) ou no chocolate cremoso com praliné de amêndoas e nata (5,5 euros).

Tinto & Brasa - Parrilla Argentina

Rua João Penha, n.º 30/32, Rato, Lisboa.

Horário: terça a sábado, 12h00 às 15h00 e 19h00 às 22h30. Domingo, 12h00 às 15h00. Segunda-feira, encerrado.

Contacto: tel. 213 870 939

 

No Tinto & Brasa - Parrilla Argentina os vinhos têm lugar de destaque, afinal, para os donos, são uma parte essencial da existência. Com mais de 60 rótulos, a garrafeira inclui uma grande variedade de néctares da Argentina, do popular malbec nos tintos à casta chardonnay nos brancos, além de garrafas portuguesas. Do país de origem dos proprietários, diretamente de Mendoza, pode-se degustar os encorpados Catena DV Historic Red Blend (29,5 euros) e Nicolás Catena (83 euros), ambos da renomada Bodega Catena Zapata, considerada uma das melhores vinícolas do país. Da Patagónia, uma opção é o frutado Newen Malbec (19 euros). Há muitas outras sugestões. Saúde!

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.