A Deco quer que a publicidade a bebidas alcoólicas seja totalmente proibida, à semelhança do que já acontece com o tabaco. Esta ideia tem na base, sobretudo, os grupos de risco, ou seja, alcoólicos em recuperação, para quem todas as formas de publicidade ao álcool podem ser aliciantes. Outras alterações que a Deco entende que deveriam ser levadas a cabo são a inclusão dos efeitos prejudiciais do álcool na rotulagem de bebidas, a proibição de patrocínios por bebidas alcoólicas, a penalização do consumo indevido e uma fiscalização eficaz.
A prática da contra-publicidade, acções de sensibilização nas escolas com casos vividos e a própria instituição de ensino chamar a família dos alunos para uma interacção, são outras das medidas defendidas pela Deco.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.