A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da Unidade Regional do Sul, realizou no dia 07 de fevereiro no concelho de Almada, uma operação de fiscalização dirigida a um armazém ilegal com armazenamento de moluscos bivalves vivos (vulgo amêijoas) no âmbito da Segurança Alimentar.

"Como resultado da ação foi instaurado um processo de contraordenação por falta de licenciamento do armazém que exercia atividade de depuração e armazenamento sem autorização da entidade competente nem número de controlo veterinário", informa a ASAE em comunicado.

"Foram ainda apreendidas 2 toneladas de amêijoa japónica por incumprimento dos requisitos legais, visto serem moluscos resultantes de apanha em zona interdita sendo assim considerados como produto não seguro" o que coloca em causa a saúde pública, lê-se ainda na nota

A apreensão corresponde a um valor estimado de 12.000 euros, tendo ainda sido suspensa a atividade daquelas instalações.

"A ASAE, no âmbito das suas competências, continuará a desenvolver ações de forma a verificar o cumprimento das obrigações legais e a assegurar a segurança alimentar e a saúde pública", conclui o comunicado da ASAE.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.