As autoridades de saúde também anunciaram 10 casos suspeitos de ómicron na mesma escola, que dependem de confirmação.

O foco foi registado apesar da proibição de entrada no país de estrangeiros e das restrições aos voos procedentes de países do sul da África, onde a variante foi detetada pela primeira vez.

As autoridades do estado de Nova Gales do Sul afirmaram que estes são os primeiros casos "que não têm um histórico de viagens nem vínculos com pessoas que estiveram no estrangeiro".

A Austrália já tinha anunciado casos da variante ómicron, mas todos eram viajantes que entraram em quarentena.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.