"Dada a situação favorável epidemiológica naquela ilha, a praia do Porto Santo é reaberta ao público a partir do próximo domingo, dia 10 de maio", disse Miguel Albuquerque em videoconferência.

A ilha do Porto Santo não regista novos casos de infeção por COVID-19 desde o dia 19 de abril.

Nesse dia, registava quatro pessoas infetadas, todas entretanto recuperadas.

Miguel Albuquerque explicou que a reabertura da praia do Porto Santo terá condições a cumprir, sendo "obrigatório manter o distanciamento social entre os utentes” e sendo “proibido o aglomerado de pessoas naquele espaço balnear".

Os balneários permanecerão encerrados, assim como os bares, cafés e restaurantes de apoio à praia.

"Mantendo-se o cenário favorável da evolução epidemiológica na região, e em consonância com as autoridades autárquicas do Porto Santo, a quarentena obrigatória de e para o Porto Santo deverá manter-se apenas até ao próximo dia 18 de maio", disse.

Contudo, frisou que "esta decisão é suscetível de reversão acaso surjam, entretanto, novas situações de risco ou de crescimento de casos de covid-19 que ponham em causa a saúde publica".

Referindo-se à ilha da Madeira, o presidente do Governo Regional disse que se prevê a reabertura das praias, complexos balneários e acesso ao mar “a partir do próximo dia 15 de maio", caso a situação pandémica continue a evoluir favoravelmente.

"Serão enunciados pelo Governo, na próxima quinta-feira, as regras de segurança, de distanciamento social e de higiene inerentes à utilização dos espaços balneários, praias, infraestruturas de acesso ao mar pelo publico", acrescentou.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 269 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Portugal contabiliza hoje 1.114 mortos associados à covid-19 em 27.268 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente a quinta-feira, há mais 9 mortos (+0,8%) e mais 553 casos de infeção (+2%).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A Madeira mantinha na quinta-feira 90 doentes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.