Nicci tem duas vaginas e por isso sente-se uma

Nicci, não é revelado o apelido, é a protagonista de um documentário que será emitido em abril na BBC Three.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, aos 17 anos, esta britânica descobriu que tinha duas vaginas e dois úteros. "Soube que alguma coisa estaria errada quando era adolescente e sangrava mais do que o normal. A dor era insuportável durante o período menstrual. O meu médico disse-me então que eu tinha duas vaginas, dois colos do útero e dois úteros", contou à estação televisiva num excerto da reportagem divulgada pleo referido jornal.

Além do sofrimento físico, a condição provoca em Nicci um "enorme sofrimento" psicológico. A mulher diz sentir-se uma "aberração da natureza" durante o ato sexual. "Esta doença mudou a minha vida", afirmou.

Leia também: 15 doenças sem cura

Nicci fez tratamento hormonal para encurtar o período menstrual que chega a durar quatro semanas. Atualmente casada, quer agora ser sujeita a uma histerectomia, uma cirurgia de remoção do útero.

Quem possui útero didelfo não costuma ter sintomas, o que torna a malformação desconhecida até que a mulher passe por determinadas situações, como a gravidez.

Geralmente as mulheres com útero didelfo podem engravidar, porém apresentam maiores possibilidades de aborto espontâneo ou de parto prematuro. Nessas situações, a gestação é considerada de risco, sendo, portanto, necessário a realização de um diagnóstico precoce para que seja feito um acompanhamento adequado.

22 doenças muito estranhas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.