A partir de hoje, viajantes provenientes ou com passagem pela África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbábue voltam a ter permissão para entrar no Brasil, desde que sigam os critérios de testagem e apresentação de certificado de vacinação contra a covid-19.

A medida atende a uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão regulador do Brasil, que no início do mês recomendou que essas restrições de fronteira fossem revistas.

A portaria interministerial foi assinada pelos ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; da Saúde, Marcelo Queiroga; da Justiça e Segurança Pública, Antônio Ramirez Lorenzo (substituto); e da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho (substituto).

O Brasil enfrenta atualmente uma nova vaga da pandemia causada pela rápida expansão da Ómicron, uma nova variante, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal e o próprio Brasil.

O país sul-americano já acumula mais de 622 mil mortos e 23,5 milhões de infetados.

A covid-19 provocou 5.553.124 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.