Os Centros de Orientação de Doentes Urgentes do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) registaram no mês de abril de 2020 (até ao dia 14) uma média diária de 3.145 chamadas de emergência, verificando-se uma diminuição de cerca de 500 chamadas por dia comparativamente ao período homólogo de 2019.

Esta diminuição no número de chamadas atendidas nos CODU verificou-se igualmente nos meses de janeiro, fevereiro e março, conforme dados apresentados. Os números foram revelados em comunicado.

"O INEM aproveita a oportunidade para recordar que em caso de emergência médica, em situações de acidente ou doença súbita, os cidadãos devem ligar 112. Os serviços de saúde foram adaptados para garantir a máxima segurança dos utentes durante o surto de COVID-19", refere o INEM na mesma nota.

O Instituto Nacional de Emergência Médica é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde.

A nível global, a pandemia de COVID-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Portugal regista 599 mortos associados à COVID-19 em 18.091 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.